Série – TV Digital no Brasil | Episódio 05 – Investimentos

O 5º episódio da Série TV Digital no Brasil se trata de um vídeo curto e uma discussão longa, os investimentos necessários para o processo de implantação e funcionamento da TV Digital.

Em uma visão superficial da questão, uma das primeiras coisas observadas são as questões relacionadas a transmissão do sinal digital, implicando assim em uma série de atualizações tecnológicas destes transmissores até então analógicos. Porém esta visão é insuficiente para se mensurar o tamanho do investimento que todas as emissoras, repetidoras e geradoras devem fazer dentro de um prazo já estabelecido.

A falta de um planejamento prévio faz com que agora se tenha muita dificuldade de investimentos tão altos por emissoras menores e ainda mais no caso da interiorização desta transição. Não existe um plano efetivo de como justificar tamanho investimento para realizar esta transição. Há ainda agravantes como por exemplo a citada pelo Sr. Paulo, que hoje é supervisor técnico do SBT de Sorocaba-SP. Segundo ele a emissora teve primeiro de se realocar dentro do espectro ainda para transmitir analógico, para assim posteriormente iniciar sua transmissão digital mas mantendo ainda a analógica. Realmente parece complicado e é, as emissoras estão tendo que investir também no analógico sendo que em poucos anos isso não será mais aproveitado.

Novamente repito, neste momento não vamos aprofundar a discussão em nenhum tópico apontado. Após o fim da série (apresentação dos temas) podemos voltar as principais discussões.

Um fato curioso e que evidencia parte da preocupação gerada pela questão digital e agora relacionado a estética que o HD pode proporcionar, foi o que ocorreu no SBT (e certamente ocorreu em outras emissoras) ao ingressar nas transmissões digitais. Por exemplo, o programa do Silvio Santos não foi inicialmente ao ar em alta definição pois segundo as informações houve toda uma preocupação com a estética do programa que agora seria nitidamente percebida. A preocupação foi tanta que inclusive equipes de maquiagem foram refeitas, tudo para não apenas transmitir em alta definição mas aproveitar da alta definição e melhorar aspectos.

Há ainda uma questão que vai além do que ocorre neste momento no país. É preciso olhar ao seu redor e sua frente e observar tecnologias e sistemas que estão surgindo. Do que estou falando? Fácil. No Japão hoje a preocupação já é a transmissão de vídeos em 4K e 8k, estando esta primeira já em funcionamento pleno e a segunda com testes avançados. Eis a questão! O Brasil hoje está implantando um sistema que visa a transmissão em HD (podemos considerar como o 1k). Todo o alto investimento realizado na atualização de aparelhos gira em torno desta resolução de transmissão e que, pensando em investimentos, deve se pagar e ser aproveitada. Estaria o Brasil dando um passo a frente e ficando 2 para traz. Poderíamos pensar nos passos seguintes antes de iniciar a caminhada.

Como disse no início do post, o vídeo é curto mais a discussão é muito longa e não caberia em apenas um texto.

Episódio 05 – Investimentos

Dúvidas ou informações adicionais? Deixe nos comentários e melhore este conteúdo.

Rodrigo Angelotti

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s